Fechar Menu
Fevereiro 06, 2016 – Falando de VIAGEM

Inverno em Nova York: manual da neve

neve5

Olá, gente! Espero que vocês estejam aproveitando bastante o verão. Porque, aqui, está bem friozinho. Digo “friozinho”, pois, por conta do El Niño, nosso inverno não tem sido tão rigoroso quanto normalmente é – num dia, faz abaixo de zero, e, no outro, 14 graus. Vai entender!

Mas, algumas semanas atrás, tivemos uma das maiores nevascas das últimas décadas: a tempestade Jonas. Quando neva muito assim, a prefeitura declara estado de emergência e fecha transporte público, além de estabelecer um tipo de “toque de recolher” – quem sair de casa pode até ser preso dependendo da severidade da nevasca! Sem contar que, quando a neve começa a perder aquele aspecto de algodão, ela vira um gelo extremamente escorregadio! E o risco de acidentes é tão grande, que os americanos tomam todas as precauções possíveis para evitar possíveis processos, de placas de advertência a uso de sal próprio para derreter neve, além de ser muito comum ver gente acordando cedo quando ainda mal parou de nevar, e cavocando a neve com pás a todo vapor.

Ainda assim, desde que me mudei para NY, há quase quatro anos, uma das frases que mais ouço do pessoal do Brasil é: que inveja, você está na neve! Que sonho, que tudo!

Não vou negar que, quando a neve cai, tudo é muito mágico: os flocos de neve se acumulando, o chão de neve que ainda não foi pisado (e, quando você finalmente põe o pé, TCHOF: você afunda até o joelho e parece que você está andando numa piscina de sorvete), bonecos e anjos de neve… Nos dois primeiros dias, a neve é muito linda para brincar e tirar fotos. No Central Park este ano, tinha gente até esquiando!

Mas, aí, ela começa a derreter. E, o que antes era neve romântica e branquinha, começa a adquirir um aspecto sujo e gosmento, ou a ser empilhado em tristes montanhas de gelo à beira das calçadas. É o fim da magia.

Pois é, nem tudo são flores (ou melhor, flocos). Ainda assim, neve é algo bacana de se vivenciar em um dia de folga ou em uma viagem; só não é muito legal quando começa a fazer parte do seu dia-a-dia. Se você quer ver neve, janeiro e fevereiro são os meses mais apropriados para visitar Nova York. Mas prepare-se, pois o inverno é rigoroso, especialmente para quem não está acostumado (ps: moro aqui há anos e ainda não me acostumei!). Então, anota aí do que você vai precisar para enfrentar o frio:
– Um bom casaco de frio (se for impermeável e com capuz, melhor ainda)
– Luvas de couro ou impermeáveis (neve vira água assim que você entra em um ambiente mais quente, como o metrô; confesso que adoro minhas luvinhas de lã, mas, especialmente se você for brincar na neve ou tiver que segurar um guarda-chuva, vai entender como faz toda a diferença não ficar com as luvas melequentas depois)
– Um bom suéter (que, aliado a uma segunda-pele de manga comprida, é mais do que o suficiente pra usar debaixo do casaco)
– Botas impermeáveis (melhor investimento fashion deste inverno foi meu par de botas estilo camurça impermeáveis acima do joelho e sem salto – além de deixar meus pés confortáveis e secos, vão com QUALQUER look e ficam super elegantes)
– Meias grossas
– Calça térmica (a da Uniq-lo mudou a minha vida, pois ninguém gosta de se sentir uma cebola e usar mil camadas haha)

Espero que tenham gostado deste post de utilidade pública. Não se esqueça de dar uma passadinha na City Bakery e provar o chocolate quente com marshmallow caseiro para dar uma esquentada no frio.

Beijo!

Comente pelo Facebook:

Ou comente por aqui:

3 Respostas para "Inverno em Nova York: manual da neve"

Amanda
08-02-2016 @ (10:38)

Que delícia esse friozinho, e nós aqui morrendo com esse calor dos infernos =’O

beijo

Responder

Cami
08-02-2016 @ (20:55)

Quero muito conhecer NY, ainda mais neve
adorei o post

Responder

Cereja Rocks » Resumo do mês | Fevereiro 2016
01-03-2016 @ (16:26)

[…] QUE ROLOU NO BLOG Itens fofos para cozinha | Projeto: Document Your Life | Inverno de Nova York – Manual da Neve | Resenha: Quando tudo começou – Bruna Vieira em Quadrinhos |  Playlist: Instrumentais para […]

Cereja Rocks • todos os direitos reservados © 2017 • powered by WordPress • Desenvolvido por Desenvolvido com por